No dia 5 de abril de 1968 Robert F. Kennedy – irmão do presidente norte-americano John F. Kennedy – teve a árdua missão de falar publicamente sobre a morte do ícone Martin Luther King Jr., assassinado um dia antes.

Em seu discurso, Kennedy – que já havia perdido o irmão de forma brutal – lembra que um discurso de ódio e segregação apenas gerará mais terror e caos, jamais paz e segurança. Ele lembra que o amor e a compaixão ainda são as mais fortes ferramentas para a construção de uma sociedade mais igualitária e justa.

Em mais uma arte espetacular, o ZenPencils ilustra o discurso e faz referências às crises de refugiados e choques culturais que o mundo vive nos últimos tempos.

Violencia

A fala entra em total ressonância com o que fora dito por Cristo, que foi mais além e nos chamou para amar até mesmo aqueles que – de fato – são nossos inimigos:

“Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;”
Mateus 5:44


Original: ZenPencils.com

Tradução: naointendo.com.br

 

  • Share this on WhatsApp
  • Pin this page0
  • 9
Assine nossa newsletter. É grátis!

Assine nossa newsletter.
É grátis!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba, semanalmente, doses de inspiração do catavento*

Deu tudo certo =) Obrigado por assinar nossa newsletter!

Simple Share Buttons