Anualmente, o catavento muda. Não escolhemos essas mudanças, mas a necessidade de transformação nos consome. Em três anos, foram três logos diferentes, três visuais diferentes. Entrando no quarto ano do site, escolhemos novamente uma nova marca, agora mais alinhada com o que nosso nome representa. Movimento, transformação, inspiração. Para cada ano, também temos nossos pequenos manifestos, nossos desejos de mudança. Este é o nosso manifesto de 2017 e você é nosso convidado a compartilhar, construir junto. Faça parte, seja um catavento.


Com os pés firmes na rocha, esteja sempre em movimento. Curta os paradoxos. Não duvide que você possa ser tradicional progressista ou um progressista tradicional. Mantenha seus olhos fixos no que Vive e seja levado pelo seu Vento.

Não se deixe levar pelos rótulos desta geração. Não rotule. Não coloque as pessoas em caixas – religiosas, políticas, econômicas, sociológicas. As pessoas estão acima dos padrões que você determinou e só o que é eterno te ajuda a entender o que vai ficar pra sempre. Não rotule: viva de olhos e ouvidos abertos para ter mais empatia.

Descubra o outro todos os dias – o bom e o ruim do outro, todos os dias. Só assim, somente assim, vamos entender como podemos ser melhores. A gente se descobre quando observa o outro, quando se observa. Por mais que os tempos sejam maus, nunca se esqueça de ser grato por toda beleza que te cerca.

Não fique esperando as coisas acontecerem. Pare de lamentar que nada acontece para você. Lute todos os dias para alcançar seus planos. Mas não se esqueça, por favor, não se esqueça: invista tempo de qualidade fazendo os planos de outras pessoas acontecerem. Colabore. Colabore, pois é preciso aprender a andar com as próprias pernas, mas acompanhado você caminha uma, duas, três léguas a mais.

Mas ande mesmo, literalmente, sentindo o cansaço nas pernas e o calor sobre os ombros. Desconecte-se um pouco, para se conectar mais. Transfira as discussões da internet também para a mesa do bar, o jantar com os amigos ou o retiro de carnaval da igreja.

Olho no olho mantém a firmeza das ideias, mas abranda as palavras e azeita a mensagem.

Viva a cada dia o seu mal e
não se perca nos seus anseios vazios

Viva a cada dia o seu mal e não se perca nos seus anseios vazios. Cante um pouco, leia um pouco, faça um pouco de coisa nenhuma, mas exercite a capacidade de acalmar sua alma diariamente. A ansiedade é o mais desnecessário dos sentimentos – deixe de lado os morcegos do estômago e fique apenas com as borboletas. Não se abstenha de chamar alguém para limpar o armário com você.

Vá na contramão, afinal de contas, somos empurrados diariamente a nivelar tudo por baixo. Lembre-se que humor não é só acidez; sabedoria não é só desengano; empatia não é só pela dor; revolução não é apenas luta.

Há tempo para todas essas coisas, mas também existem os momentos de rir da beleza; apreciar o Infinito; compartilhar das alegrias; vencer com o amor.

Não tenha medo de ter dúvidas da sua fé, mas também não tenha receio em duvidar delas. Gaste tempo nos braços da graça – ela não liga para as suas dúvidas. Coloque pra tocar a canção que te inspira hoje; relembre o milagre de 5 anos atrás;  chore a sua dor, pule as suas alegrias.

Mas não se esqueça da cruz e nunca faça planos sem considerar a Eternidade.

 

 

  • Share this on WhatsApp
  • Pin this page0
  • 59
Assine nossa newsletter. É grátis!

Assine nossa newsletter.
É grátis!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba, semanalmente, doses de inspiração do catavento*

Deu tudo certo =) Obrigado por assinar nossa newsletter!

Simple Share Buttons