Tradução livre do artigo “Is Richard Dawkins leading people to Jesus?“, publicado no The Telegraph e escrito por Damian Thompson.

Meu amigo de escola, Michael – um ateu por décadas – telefonou uma noite e me disse que havia voltado à Igreja Católica. “E você jamais vai adivinhar quem me converteu”, ele disse.

“Sua esposa?”

“Não! Foi Richard Dawkins!”

Ele explicou que era, e ainda é, um grande admirador de Dawkins, o biólogo. (Estou com ele nessa: Eu li ‘O Relojoeiro Cego’ assim que saiu e fiquei fascinado.) “Mas aí eu li ‘Deus, um delírio’ e…era uma porcaria completa. Tão ruim que comecei a questionar meu próprio ateísmo. Então ele começou a tweetar”

“Sem parar, que nem um maluco, né?”

“Exatamente!”

Curiosamente, esta é a segunda vez na semana que eu ouço sobre Richard Dawkins levando alguém à Cristo. Deixe eu mencionar um artigo no ‘The Catholic Herald’ por Francis Phillips:

“Judith Babarsky, uma acadêmica…quando tinha apenas um “conhecimento superficial” do Cristianismo, como ela mesmo admite, foi recomendada a ler ‘Deus, um delírio’ de Richard Dawkins. Ele escreve que quando começou, pensou que iria ler “uma crítica lógica, cética, ou melhor, científica da religião.” Ao invés disso, ela ficou surpresa ao encontrar “traços de adjetivos pejorativos fingindo serem argumentos, afirmações ralas fingindo serem evidências, uma atitude incrivelmente arrogante e uma postura moral incapaz de distinguir entre os possíveis pontos fortes e fracos de diferentes religiões…”
_
De fato, Babarsky achou os argumentos de Dawkins tão insatisfatórios, aliados com sua própria postura ateísta e fundamentalista, que eles a levaram a examinar, pela primeira vez, o que se tratava o Cristianismo. Seu exame levou à sua conversão ao Catolicismo. “No afã de refutar Dawkins, como também de me educar…eu descobri o Deus-homem Jesus Cristo. Não só a visão Católica entrou ressonou comigo emocionalmente, como…ela era intelectualmente honesta.”[/quote_box]
_
Aqui está um link para o artigo original de Babarsky, com seu intransigente título: Reading Richard Dawkins Led To My Confession.
(Ler Richard Dawkins me levou à confissão.)

Se eu fosse um teórico da conspiração, eu poderia concluir que o Professor Dawkins se converteu secretamente ao Cristianismo décadas atrás, e então se perguntou: “Qual minha melhor maneira de ganhar almas? Com uma argumentação direta, ou indo de acadêmico respeitado à uma figura cômica que fulmina a religião como quem detona um delicioso bolo de frutas e, assim, descredenciando o ateísmo?”

Hmm. Vou soltar essa aqui e sair.


Capa: Matéria original.
Artigo original: link no início da matéria, ou clique AQUI.
Livro “O Relojoeiro Cego“.
Livro “Deus, um delírio“.