Eu sempre convivi com essa dúvida; até certo ponto angustiante. Eu sentava pra conversar com amigos – cristãos ou não – e os momentos em que compartilhávamos alguns de nossos defeitos eram os que mais nos conectavam.

Como algo necessariamente ruim poderia gerar uma conexão tão genuína? Foi refletindo sobre isso que surgiu essa tirinha. É um assunto inacabado, todavia, acho que ainda existem muitas nuances a serem exploradas.

Por enquanto, deixo aqui só o que não dá pra se contestar: a Verdade nos une.

  • Share this on WhatsApp
  • Pin this page0
  • 33
Assine nossa newsletter. É grátis!

Assine nossa newsletter.
É grátis!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba, semanalmente, doses de inspiração do catavento*

Deu tudo certo =) Obrigado por assinar nossa newsletter!

Simple Share Buttons