Dois amigos de Oxford que lutaram a Primeira Guerra Mundial e compartilhavam da fé cristã. J.R.R. Tolkien e C.S. Lewis escreveram as duas narrativas fantásticas mais populares do mundo: O Senhor dos Anéis e As Crônicas de Nárnia. Essa amizade, com suas crises, conflitos e momentos de inspiração mútua são contadas no livro “Tolkien e C. S. Lewis – O Dom da Amizade”. Agora, a narrativa real também se tornará um filme de longa-metragem.

Obra de Colin Duriez conta os detalhes da amizade entre os famosos autores de literatura fantástica

Obra de Colin Duriez conta os detalhes da amizade entre os famosos autores de literatura fantástica

A fita está orçada em US$ 18 milhões e será toda produzida no Reino Unido. O curioso é o diretor escolhido: Simon West. O nome responsável por filmes como Con Air, Mercenários 2 e Tomb Raider é certamente uma escolha peculiar. Será que o longa sobre os escritores será focado na época da primeira grande guerra? Ao que tudo indica, a história se passará durante a 2ª Guerra, quando Tolkien lembra sua presença como soldado do primeiro conflito mundial.

Com a intenção de estrear na Páscoa de 2015, o filme deve trazer os elementos religiosos desta relação. É sabido que C.S. Lewis era ateu e por influência da amizade de Tolkien (católico), teria se convertido ao cristianismo. Já Lewis incentivou Tolkien a finalizar e publicar sua famosa trilogia do anel.

Também está em produção, mas com bem menos informações, outra obra inspirada na vida do criador dos hobbits. Enquanto o primeiro está em produção pela Attractive Films, “Tolkien” pertence a Fox Searchlight e deve ter roteiro do desconhecido diretor e roteirista David Gleeson.


Com informações do Film Slash e EW.