À medida que a nova arte dos videogames se consolida, artesanal ou industrialmente, o mundo se enriquece com as pequenas e grandes descobertas. Na era dos jogos blockbusters de riqueza artística enorme como The Last of Us, também há espaço para pequenos notáveis, como o recém-lançado Monument Valley. O estúdio USTWO nos traz o melhor jogo inspirado no universo de M. C. Escher, artista plástico holandês conhecido por suas pinturas labirínticas.

os caminhos da personagem são metáforas cheias de beleza visual para as nossas vidas

Em Monument Valley você manipula estruturas impossíveis de arquitetura, guiando a princesa Ida por um mundo surrealista. Em puzzles formados essencialmente por ilusões de óptica que homenageiam Escher, os caminhos da personagem são metáforas cheias de beleza visual para as nossas vidas.

O jogo brinca com a profundidade 3D de maneira bastante única, quase causando o efeito de tridimensionalidade real. Seu visual parece ser inspirado em castelos persas, o que nos remete a uma possível homenagem ao clássico Prince of Persia.
Totalmente integrada ao visual, a jogabilidade faz da princesa Ida (o nome é assim, mesmo, no original e em português ganhou seu brilho próprio) não apenas um ser de passagem por esses pequenos mundos surreais, mas parte deles, já que transformamos o ambiente para que sua jornada se complete. Ainda que o grau de dificuldade do jogo não seja alto e ele tenha poucas fases, vale cada um dos dólares investidos.

A informação mais importante ficou para o final, obviamente. Este breve review é de um excelente jogo mobile, restrito ao o universo dos smartphones e tablets. Atualmente, Monument Valley está disponível para iOS e custa US$ 3,99. O valor é alto para a média dos jogos no mesmo estilo, mas certamente vale cada centavo, já que ele é muito mais rico que a média. No site da produtora já há promessa de que em breve ele também estará disponível para Android.

Incrível em beleza visual, o jogo parece ser convencido de que ganhará o jogador também pelos olhos. Está disponível, a qualquer momento das fases, um botão que permite tirar print da tela e compartilhar nas redes sociais. Monument Valley nos encanta exatamente assim, nos impulsionando a imaginação pelos olhos, nos fazendo viver o caminho de Ida.


ricardo
Ricardo Oliveira
é jornalista, mestre em comunicação, nerd, blogueiro no Diversitá e megalomaníaco por produção de conteúdo. Tenta filmar seu primeiro curta de ficção, edita o *catavento nas “horas vagas” e é um gamer razoável.


capa: divulgação
Para conferir a página oficial do jogo, clique AQUI.
Para acessar o jogo na loja do iTunes, clique AQUI.