Já disse um blogueiro brasileiro que a vida é trilhar o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade. A frase parece definir bem o trabalho do mexicano Eduardo Salles, de 28 anos. Ex-publicitário, o ilustrador cuida da fan page El Espíritu de Los Cínicos, que tem mais de 1,2 milhões de curtidas no Facebook.

Salles nos apresenta um trabalho que, pelo sarcasmo e atenção a temas contemporâneos, lembra o carioca André Dahmer (Malvados). A identidade das suas tirinhas e cartoons, porém, tem uma identidade muito própria. “Cinismo Ilustrado”, como costuma assinar seus trabalhos, tem uma coletânea de trabalhos que parecem também se aproximar do non-sense de Joan Cornellà, ainda que muito mais palatável.

Um dos seus temas mais frequentes é o conjunto de discursos que alguns encaram ao longo da vida sobre serem fracassados. Disso, Salles parece não rir, mas nos fazer lamentar junto com ele. Abaixo algumas tirinhas selecionadas. Acompanhe seu trabalho no Facebook e site oficial.

cinismo01

cinismo02

"365 dias: Dias memoráveis / Dias em que você fez algo da sua vida / Dias total e absolutamente desperdiçados"

“365 dias: Dias memoráveis / Dias em que você fez algo da sua vida / Dias total e absolutamente desperdiçados”

"Viva cada dia como se fosse o último"

“Viva cada dia como se fosse o último”

"Você é um fracasso..."

“Você é um fracasso…”

"O mundo está cheio de gênios que acreditam ser idiotas porque sempre foram mal naquilo em que se achava que deviam ser bons"

“O mundo está cheio de gênios que acreditam ser idiotas porque sempre foram mal naquilo em que se achava que deviam ser bons”