[dropcap1]J[/dropcap1]aneiro já começa com ótimos lançamentos. Três anos depois do excelente “Vice Verses”, o Switchfoot retorna com seu 9º álbum de estúdio, “Fading West”. Já disponível nas lojas e streamings digitais, o álbum traz uma banda em busca de fazer algo novo, mas se sentindo em casa. As palavras são do frontman Jon Foreman à Relevant Magazine.

“Fading West” (Atlantic Records/Word) traz 11 canções e as 3 primeiras já puxam o ouvinte a um caminho diferente. Um Switchfoot mais pop, eletrônico, menos distorcido. A beleza de “Love Alone is Worth the Fight”, que está mais próxima da fase mais recente do Coldplay, também pode trazer um estranhamento. Um coro no estilo banda-de-arena toma conta e pode te fazer cantar junto.

Se a força do rock mais tradicional da banda parece voltar na energética “Say It Like You Mean It”, não se engane. Logo as guitarras dedilhadas, junto a sonoridades xilofônicas voltam marcando o tom do disco, como em “Slipping Away”. Em “BA55″ segura uma linha de baixo com guitarras mais psicodélicas, lembrando as experimentações do Mute Math.

[quote_center]”I’m trying to find where my place is
I’m looking for my own oasis
So close I can taste this
The fear that love alone erases
So I’m back to the basics
I figure it’s time I face this
Time to take my own advice
Love alone is worth the fight”
[/quote_center]

O disco segue mais animado, com as dançantes “Let It Out”, “Saltwater Heart” e a pop-rock “All Or Nothing At All”. Se os caminhos trilhados pelo Switchfoot não seguem sua tradição à risca, a derradeira “Back To The Begging Again” deixa o recado: estão em busca de sentir de novo “o vento batendo nas costas”. Vendo as manobras da praia, a gente vai degustando “Fading West” com paciência e atenção a esta mudança.

[divider type=”thin”]

switchfoot-fading-west.jpg?w=262

 

Switchfoot – Fading West (Atlantic Records/Word)
[rating=3]
Ouça o disco na íntegra, gratuitamente, no The Drop.

[divider type=”thin”]