O pontapé foi apenas o primeiro passo.” É assim que a página no Facebook chama a atenção dos brasileiros para um algo revolucionário e de ponta no meio científico.

Apesar da estreia na TV ter sido ofuscada pelo ônibus da seleção brasileira, o projeto deveria ser um motivo de orgulho e inspiração para todos da terra brasilis.

Encabeçado pelo compatriota Miguel Nicolelis e sua equipe da Duke University, “Walk Again” (Ande novamente) busca criar um exoesqueleto que se comunica diretamente com o cérebro humano para movimentar estruturas robóticas. Ou seja, é algo próximo a fazer com que pessoas que não podem andar, possam voltar à fazê-lo sem nenhum outro comando a não ser pensar. Conheça mais:

.
Apesar de as palavras do meiobit terem acertado em cheio: “Nas Olimpíadas nos EUA, em 1984, o mundo se deslumbrou ao ver um homem voar. 30 anos depois não conseguimos ver um homem andar.”

O trabalho de pesquisa serve como uma metalinguagem, onde seguir em frente vai muito além de limitações que parecem intransponíveis. Vai Brasil!


Capa: reprodução.
Para saber mais e acompanhar de perto o projeto, basta clicar AQUI.