AAno novo é época de listas e metas. Botar no papel o que pretende melhorar, qual peso pretende atingir e, como ninguém é de ferro, ficar atento para quais os games sairão este ano.

Como a lista é sempre grande, seguem adiante 10 dos quais você precisa ao menos ficar de olho.


Rise of The Tomb Raider

Quando? 28 de janeiro para PC / 3º trimestre para PS4.

Plataformas: PC, Xbox One (já lançado) e PS4.

Por quê? A mais famosa heroína e caçadora de tumbas dos videogames está de volta após seu reboot de sucesso. Com um visual mais adequado para uma exploradora e esbanjando ação e suspense , Rise of The Tomb Raider privilegiou os donos do Xbox One e em 2016 chega para o público geral através do PC e PS4.


Dreams

Quando? 2016, sem data específica.

Plataformas: exclusivo do PS4.

Por quê? Dreams é um “jogo”, assim, entre aspas mesmo, pois está mais para uma experiência de criação interativa. O trailer irá remeter os mais antigos ao saudoso Mario Paint, onde horas foram perdidas desenhando, colorindo o Yoshi ou compondo as mais absurdas canções.
No trailer do “jogo”, todas as cenas foram montadas usando apenas a interface de Dreams, que também irá permitir que os jogadores troquem cenários, esculturas, etc., entre si.


Mirror’s Edge Catalyst

Quando? Maio 2016.

Plataformas: PC, Xbox One e PS4.

Por quê? Mirror’s Edge é diferente, ponto. Um jogo em primeira pessoa onde seu foco principal não é atirar e derrotar inimigos, mas sim fugir deles. Pautado no parkour, o jogo é uma sequência de ação interminável e de grudar o jogador na cadeira.


No Man’s Sky

Quando? Junho 2016.

Plataformas: PC e PS4.

Por quê? Desbrave o espaço em proporções épicas nunca imaginadas antes. Com cerca de 18 quintilhões de planetas (1.8 x 1019), cada um com fauna e flora próprias, o jogo promete uma exploração quase que infinita do espaço – e não é brincadeira, é sério! – onde muitas vezes o jogador irá encontrar ambientes hostis e será preciso sobreviver. É quase impossível ao menos não querer ver esse jogo em ação!


HellBlade

Quando? 2016, sem data específica.

Plataformas: PC e PS4.

Por quê? Produzido de forma independente pelo mesmo estúdio que fez Heavenly Sword DmC: Devil May Cry, HellBlade conta com uma beleza gráfica própria do estúdio Ninja Theory e promete ser um ótimo jogo de pancadaria e com um clima místico/terror.


Unravel

Quando? Fevereiro, 2016.

Plataformas: Xbox One, PC e PS4.

Por quê? Nós já falamos dele aqui no catavento*, clique aqui para ler. Mas basta dizer que trata-se de um boneco feito de lã que vai se desfiando para encontrar uma família perdida, tudo isso desbravando um universo minúsculo, basta assistir para se apaixonar.


The Last Guardian

Quando? 2016, sem data específica.

Plataformas: exclusivo para PS4.

Por quê? O jogo está em desenvolvimento desde 2007 e já havia sido descreditado quando a Sony anunciou na E3 2015 que o projeto iria sair para o Playstation. Por ser dos mesmos produtores de Ico Shadow of the Colossus – dois excelentes jogos que capturam o sentimento de solidão de forma sublime – The Last Guardian é aguardado com bastante expectativa.


Horizon Zero Dawn

Quando? 2016, sem data específica.

Plataformas: exclusivo do PS4.

Por quê? É desnecessário falar de um jogo onde você é uma mulher das cavernas batalhando dinossauros-robôs em um mundo pós-apocalíptico.
– adiante o vídeo para 02:40 – 


Uncharted 4: A Thief’s End

Quando? Abril, 2016.

Plataformas: Exclusivo do PS4.

Por quê? Nathan Drake supriu nos games a falta que Indiana Jones fez no cinema para a geração mais moderna. É um pacote ação, aventura, humor e jogos de câmera fantásticos, não há como jogar Uncharted e ficar entediado.
O capítulo 4 da saga – e, ao que parece, o último – está deixando todo mundo ansioso, especialmente para ver o que a Naughty Dog irá fazer com a interface gráfica da máquina nova da Sony.


Final Fantasy XV

Quando? 2016, sem data específica.

Plataformas: Xbox One, PS4.

Por quê? O jogo estava em produção para o PS3 sob o nome Final Fantasy versus XIII, mas mudanças foram ocorrendo e o título acabou sendo transferido para o PS4, carregando agora a alcunha oficial de décimo quinto título da série.
Não só pelo visual sempre incrível que a SquareEnix dedica à série, mas agora Final Fantasy irá ocorrer – pela primeira vez – em um mundo inteiramente aberto. As possibilidades parecem infinitas e o hype só aumenta.

  • Share this on WhatsApp
  • Pin this page0
  • 5
Assine nossa newsletter. É grátis!

Assine nossa newsletter.
É grátis!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba, semanalmente, doses de inspiração do catavento*

Deu tudo certo =) Obrigado por assinar nossa newsletter!

Simple Share Buttons